Portal da Sustentabilidade
Anti-Greta Thunberg
Publicado em 06/07/2020

A alemã Naomi Seibt, de 19 anos, chamou atenção ao participar da reunião anual da CPAC (Conferência de Ação e Política Conservadora). O evento reúne conservadores de vários países do mundo para debater os rumos da política de uma perspectiva de direita. Nascida em Munster, ela foi convidada a participar do evento por ser considerada uma “anti-Greta Thunberg”.

Mas qual é exatamente a mensagem dela?

"Eu não me considero uma negacionista da mudança climática, porque se você me perguntar se eu acredito na mudança climática, é claro que vou dizer que sim (...) o clima está sempre mudando, há milhões e bilhões de anos."

"O clima está mudando o tempo todo ao longo deste ano", acrescenta ela.

"Tivemos tempos quentes, tempos frios. Tudo está relacionado à rotação do Sol, relacionado à maneira como o Sol afeta a temperatura do planeta."

Questionada se ela considera positiva a mudança climática, a jovem se defende: "Não estou dizendo que é positiva ou negativa. É neutra. O clima está sempre mudando. É natural (...) O que não acho é que os seres humanos são responsáveis pelas mudanças climáticas", diz.

 “O objetivo [dos cientistas] é envergonhar a humanidade. O alarmismo das mudanças climáticas é, em sua essência, uma ideologia desprezível, anti-humana, e somos instruídos a menosprezar nossas realizações com culpa, vergonha e nojo, e nem mesmo levar em conta os muitos benefícios importantes que obtivemos com o uso de combustíveis fósseis”, acrescentou a ativista.

A propaganda sobre mudança climática é associada a políticas que querem nos impor. Eles nos levarão à pobreza energética, que é uma maneira de nos controlarem”, disse.

Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-51710095

https://www.poder360.com.br/internacional/quem-e-naomi-seibt-ativista-anti-greta-que-se-diz-realista-climatica/