Gases de Efeito Estufa
Portal da Sustentabilidade
COP 25: líderes mundiais discutem as mudanças climáticas
Publicado em 04/12/2019



A Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP25), que acontece este ano em Madri, começou com apelos urgentes para que haja um progresso sério na ação climática nas próximas duas semanas.
 
O evento, que ocorre de 2 a 13 de dezembro, adotou o slogan "Hora da Ação" (Time for Action). Desde 2015, quando foi assinado um grande acordo climático global, o Acordo de Paris, as conferências do clima anuais têm se dedicado a como colocá-lo em prática.
 
"Devemos finalmente demonstrar que somos sérios em nosso compromisso de parar a guerra contra a natureza - que temos vontade política para alcançar a neutralidade do carbono até 2050", disse o Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres, na cerimônia de abertura.
 
O chefe da ONU disse que espera que todos os governos se comprometam a revisar seus planos nacionais de ação climática - Contribuições Determinadas Nacionalmente ou “CNDs” - com a ambição necessária para enfrentar a emergência climática nos próximos 12 meses até a COP26, data até quais os governos precisam enviar planos atualizados e aprimorados.
 
E ele pediu aos governos que garantam que pelo menos US$ 100 bilhões por ano estejam disponíveis para os países em desenvolvimento para medidas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e criar resiliência às mudanças climáticas.
 
O presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), Hoesung Lee, apontou os benefícios econômicos de uma ação climática mais ambiciosa, que poderia gerar oportunidades de investimento em inovação.
 
"Esses investimentos gerariam benefícios poderosos que se estenderiam a todos os setores da sociedade e da economia, tornando-os mais limpos, mais saudáveis ​​e mais resilientes", disse ele.
 
"Precisamos assumir compromissos novos e mais ambiciosos, que incluem todos os aspectos da ação climática: mitigação, adaptação e meios de implementação. O principal veículo para estimular mais ambição são as contribuições determinadas nacionalmente", disse Carolina Schmidt, ministra do Meio Ambiente do Chile, formalmente eleita presidente da COP.
 
O principal desafio da COP 25 é acelerar o combate às mudanças climáticas.
 
No dia 29 de novembro, aconteceu o lançamento do Acordo de São Paulo, que tem como objetivo incentivar empresas que atuam no Estado de São Paulo a assumirem compromissos voluntários de redução de emissão de gases de efeito estufa e ações de sustentabilidade a fim de conter o aquecimento global confirmando o compromisso do Governo do Estado de São Paulo em cumprir o Acordo de Paris.
 
Fonte:

https://unfccc.int/news/cop25-kicks-off-with-calls-to-make-serious-progress-on-climate-action

https://g1-globo-com.cdn.ampproject.org/c/s/g1.globo.com/google/amp/natureza/noticia/2019/12/02/comeca-a-cop-25-conferencia-do-clima-da-onu-em-madri.ghtml